TCC

PROJETO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO MESTRADO EM MINISTÉRIOS (PCMM)

Observação Importante: O Projeto de Conclusão é somente UM dos requisitos para o aluno ser aprovado no Mestrado em Ministérios. Cabe ao aluno verificar outras pendências tais como:
( ) Entrega de todos os documentos de matrícula
( ) Entrega de TODOS os trabalhos para cada matéria
( ) Conclusão das DUAS MATÉRIAS de ESTUDO INDEPENDENTE
( ) Entrega dos Relatórios de Mentoreamento para cada um dos 3 anos no programa
( ) Pagamento de pendências financeiras

GUIA DO PROJETO DE CONCLUSÃO DO CURSO

Observações Importantes:
1) O aluno pode optar por receber um Certificado de Conclusão e não um diploma, se completar todo o programa MENOS o Projeto de Conclusão. Para tal, deve notificar a direção do programa e verificar que já completou todas as exigências das matérias, relatórios de mentoreamento, pagamentos, conforme esboçado acima.
2) A partir de 2014, haverá uma reformulação das exigências do Projeto de Conclusão do Mestrado em Ministérios (PCMM), que passa a ser um “paper” com abordagem bíblica e ministerial, de 30 a 40 pp, com 1000 páginas de leitura obrigatória e revisão de literatura dentro do corpo do trabalho.

Descrição
Um trabalho de pesquisa e produção ministerial em que o aluno:
1. Investigará as bases bíblicas e teológicas para uma área de ministério específico,
2. Fará um levantamento de necessidades dentro do seu contexto ministerial (população alvo)
3. Relatará os resultados junto com as sugestões para práxis ministerial num “paper” de 30 a 40 pp.

Objetivos
O PCMM tem como objetivo principal proporcionar ao aluno a oportunidade de interagir teoria e prática ao estudar um tema ou situação, apresentando sugestões compatíveis aos conhecimentos adquiridos no decorrer do curso de Mestrado em Ministérios. Ao final do projeto, o aluno será capaz de:
1. Fazer uma pesquisa bíblico-teológica e bibliográfica dentro da área ministerial escolhida
2. Ler, avaliar criticamente e organizar o material de pesquisa coletado
3. Levantar dados específicos sobre as necessidades reais da população alvo do projeto
4. Usar de forma articulada e criativa o fruto da pesquisa para produzir materiais relevantes para práxis ministerial

Classificação de Projetos
Normalmente, os projetos de conclusão se encaixam dentro das opções que seguem:

1) Pesquisa e posicionamento sobre um assunto ou aspecto de interesse ministerial (um problema encontrado/tratado no ministério, a conexão com outros ministérios na igreja ou em campos ministeriais diversos, aspectos da metodologia ministerial, o ministério com faixas etárias específicas, etc.), fundamentado em estudo de textos bíblicos e pesquisa bibliográfica

2) Projeto prático implementado no ministério, acompanhado de uma descrição dos fundamentos bíblicos e teóricos subsidiando o trabalho, e de um guia explicativo descrevendo esses fundamentos, o procedimento do ministério, etc.
3) Avaliação sistemática de um ministério, junto com as bases bíblicas e teológicas do ministério, levantamento bibliográfico relevante e pesquisa do nível de satisfação dos participantes, com sugestões de áreas para melhorar

4) Estudo exegético/bibliográfico sobre uma área de práxis ministerial, acompanhado de explicações, implicações e aplicações para a filosofia e metodologia de ministério

5) Manual ministerial que inclui a base bíblica, necessidade atual, diretrizes para o desenvolvimento do ministério, descrições de tarefas, materiais necessárias, etc.

6) Excepcionalmente, um artigo, capítulo, texto ou livro aceito para publicação, pode ser considerado como cumprimento das exigências do Mestrado em Ministérios. Deveria ser de tamanho semelhante ao que é exigido nos demais projetos, sobre alguma área de práxis ministerial (esse texto pode seguir os padrões editoriais da Editora responsável, mas deve desenvolver na medida do possível as questões biblico-teológicas e práticas sobre o assunto).

Avaliação
As diretrizes que seguem servem para a maioria dos projetos. Os limites para o número de páginas servem como guias gerais e não absolutos. Existe a possibilidade de um ou outro item não ser incluído em determinados projetos, dependendo do tipo de paper desenvolvido.
1. O aluno introduzirá a necessidade do estudo, as hipóteses da pesquisa, limitações e outros assuntos introdutórios (5 a 8 pp)
2. O aluno fará um levantamento e estudo básico dos textos bíblicos principais que tratam de assuntos relacionados à área ministerial sendo pesquisada e incluirá os resultados (5 a 8 pp) no corpo do paper.
3. O aluno lerá 1000 páginas dentro da área ministerial escolhida e incluirá um resumo da sua interação pessoal (“revisão de literatura”) com a literatura (7 a 10 pp) dentro do corpo do paper.
4. O aluno fará uma pesquisa de campo simples dentro de alguma área relacionada ao assunto ministerial e incluirá um resumo dos resultados dentro do corpo do paper (5 a 8 pp).
5. O aluno fará sugestões e propostas para implementar ou melhorar um ministério já existente (3 a 5 pp)
6. O aluno tirará conclusões sobre o valor da pesquisa, sua contribuição para práxis ministerial e sugestões para outros pesquisadores (2 pp)

Acompanhamento
O aluno é fortemente encorajado a consultar pessoas experientes na área ministerial escolhido, dentro e fora do SBPV. Não haverá necessidade de um tutor designado para acompanhar cada passo do projeto. O aluno entregará relatórios periódicos para a direção do seu curso conforme o cronograma que segue. O trabalho final será avaliado conforme os critérios esboçados aqui por algum membro da equipe do SBPV. ATRASOS NA ENTREGA DAS TAREFAS CONFORME O CRONOGRAMA PODEM IMPOSSIBILITAR O ALUNO DE SE FORMAR NAQUELE ANO.

Apresentação
O aluno terá a oportunidade de apresentar o fruto do seu trabalho durante 15 minutos diante de um grupo de colegas e professores numa data determinada pela direção do Mestrado, normalmente através de uma apresentação em Power Point. Depois, os convidados que compõe a mesa (banca), poderão comentar, interagir com o aluno, dar palpites ou sugestões para áreas de mais pesquisa, etc. Não se trata de uma “defesa oral” do trabalho, mas uma apresentação do fruto da pesquisa que enriquecerá a maneira pela qual ministério bíblico deve ser feito no contexto atual.

Cronograma
Em circunstâncias NORMAIS, espera-se que o aluno entregue seu PCMM no terceiro ano do seu curso. Porém, o aluno terá DOIS ANOS depois do término das aulas da sua turma para entregar seu Projeto. (Por exemplo, o aluno que começou o curso em 2012 tem até o final de 2015 para entregar seu Projeto.)

No caso do aluno ultrapassar esse limite de tempo, poderá ser cobrada dele uma taxa de R$ 200,00, junto com um requerimento (com justificativas válidas) para uma extensão por mais um ano. UM segundo requerimento terá uma taxa de R$ 300,00.”

O cronograma a seguir exige relatórios mensais a partir do dia 15 de maio do ano da formatura para verificar o progresso do aluno e sua candidatura para a formatura em dezembro. Atrasos implicarão no adiantamento da formatura até o ano seguinte. Os relatórios devem ser enviados para: pr_dmerkh@piba.org.br

15 de maio: tema definido e esboço preliminar entregues para o Coordenador do Mestrado em Ministérios por e-mail (acima)
15 de junho: levantamento de textos bíblicos e estudo bíblico concluído
15 de julho: revisão da literatura concluída (leitura e interação – 1000 pp)
15 de agosto: pesquisa de campo elaborada e testada
15 de setembro: pesquisa de campo implementada, catalogada e avaliada
15 de outubro: entrega do projeto completo para a direção do Mestrado do SBPV
15 de novembro: projeto avaliado/corrigido e devolvido para o aluno com nota
30 de novembro: correções feitas e trabalho final entregue para o SBPV em papel e de forma digital
2-5 de dezembro: apresentação do trabalho

Entrega do Projeto Final e Preservação
O aluno entregará, até 30 de novembro, a cópia final do trabalho de forma 1) digital e 2) impressa . Os trabalhos entregues passarão a fazer parte do acervo digital do SBPV e servirão como incentivo para mais pesquisa e práxis ministerial. Em alguns casos, a direção do SBPV pode escolher encadernar projetos para constar no acervo físico do SBPV.

Dicas Finais
1) Espera-se que o aluno desenvolva um projeto dentro de uma área de grande interesse ministerial, com “paixão” suficiente para levá-lo a completar o projeto.
2) O aluno deve estreitar o foco da sua pesquisa para ser tão específico quanto possível, deixando de pesquisar assuntos interessantes, mas da periferia. Não abrace o mundo!

Apresentação dos Projetos de Conclusão

Cada aluno terá 15 minutos para apresentar os resultados do seu projeto (o que fez, porque, quais os resultados, recomendações, etc.), normalmente através de uma apresentação em Power Point. Depois, os convidados que compõe a mesa (banca), poderão comentar, interagir com o aluno, dar palpites ou sugestões para áreas de mais pesquisa, etc. Não se trata de uma “defesa oral” do trabalho, mas uma apresentação do fruto da pesquisa que enriquecerá a maneira pela qual ministério bíblico deve ser feito no contexto atual.